… Bela Soares

Culturismo-pt: Olá, Bela!
Obrigado por teres aceitado o nosso convite.

Bela Soares: Obrigado eu, pelo convite.

Culturismo-pt: Conta-me: como começou o teu percurso?

Bela Soares: Bem, eu inscrevi-me num ginásio há 20 anos atrás, com o objectivo de ter um melhor físico. Comecei nas aulas de grupo: aeróbica, step; mas rapidamente desinteressei-me. Experimentei musculação e foi o que mais me
agradou. Treinei muitos anos musculação mas desconhecia, de todo, o culturismo até que há uns 7 anos atrás, um atleta de culturismo entrou no ginásio onde treino e abordou-me, perguntando se eu nunca tinha pensado em competir. Não fazia ideia do que era o culturismo­ – desconhecia totalmente mas, após esta abordagem fiquei curiosa e fui, através das redes sociais, descobrir este mundo.

Culturismo-pt: As modalidades que frequentavas não te davam os resultados que querias e, por isso, também acabaste por te fartar e ir para a musculação?

Bela Soares: Sim, exacto. Eu não me adaptei às outras modalidades. O que me agradou mesmo foi a musculação e foi onde comecei a notar resultados.

Culturismo-pt: Que resultados pretendias, nessa altura?

Bela Soares: Ser magra mas ter as pernas musculadas. Acho que é o normal de todas as mulheres: só queria ter pernas grossas e glúteos.

Culturismo-pt: Quando é que os resultados que pretendias se alteraram?

Bela Soares: (Risos) Já não me recordo ao certo; já foi há muitos anos atrás, mas penso que um ano após ter entrado na musculação, o meu corpo tinha-se já alterado bastante. Tenho que frisar que não tinha quaisquer conhecimentos de alimentação, treino ou suplementação. Quando me disseram para tomar batido de proteína, eu recusei por achar que era algo prejudicial (risos). Seguia o que o monitor do ginásio me mandava fazer e alimentava-me à base de fruta, vegetais, iogurtes magros e sopa.

Culturismo-pt: Notas que, tal como o Culturismo, a musculação evoluiu desde essa altura?

Bela Soares: Para mim, sim, evoluiu, porque eu não tinha noção alguma deste mundo. Não posso falar do passado da musculação, porque foi um mundo que não acompanhei.

Culturismo-pt: O que te fascinou imediatamente no Culturismo, uma vez que não fazias ideia o que era este mundo, quando foste pesquisar?

Bela Soares: Os corpos: achava-os perfeitos; a massa muscular, que já me fascinava mas que eu nunca tinha conseguido obter. Assim que vi atletas de competição, os seus corpos perfeitos fascinaram-me.

Culturismo-pt: Achas que já conseguiste chegar a um corpo perfeito?

Bela Soares: Não. Acho que ainda estou longe do que considero perfeito, mas cada vez, o meu gosto pessoal fica mais exigente.

Culturismo-pt: O que consideras perfeito?

Bela Soares: Há uns anos atrás, ambicionava um corpo tipo Graciane Barbosa mas, ao entrar em competições, comecei a ambicionar o corpo das atletas de topo, da categoria onde me encaixo. Claro que tenho as minhas referências…

Culturismo-pt: Qual é a tua maior referência?

Bela Soares: Danna Lyn Bailey.

Culturismo-pt: Porquê? Que tem ela que te faz marcá-la como referência?

Bela Soares: Bonita, feminina, musculada e tem uma figura em palco que me agrada.

Culturismo-pt: Todas as modalidades femininas do Culturismo requerem cada vez mais desses aspectos – bikinis que dão nas vistas, maquilhagens e cabelos requintados, acessórios – coisa que até há bem pouco tempo não era “exigido”. Isso veio ajudar as atletas a mostrar que não são os músculos que as tornam menos femininas?

Bela Soares: Não são os músculos que as deixam menos femininas. Os brilhos e a maquilhagem ajudam a sobressair a feminilidade de cada uma, como no dia-a-dia. Toda a mulher, quando vai a uma festa, gosta de se arranjar: pôr brincos, maquilhar-se… É uma forma de evidenciar a sua feminilidade e eu concordo em absoluto com isso.

Culturismo-pt: Então, não é uma questão de serem pouco femininas mas sim de saberem apresentar-se em cima do palco…

Bela Soares: Acho que há pouco femininas, sim, mas existem muitas atletas musculadas lindíssimas. Com ou sem brilhos, elas são lindas na mesma. Óbvio que se apresentam muito melhor se forem arranjadas e maquilhadas.

Culturismo-pt: Achas que ainda se confunde o conceito de “mulher virilizada” com “mulher musculada”?

Bela Soares: Sim. Mulher musculada não tem necessariamente de ser virilizada. Um caso desses é a Danna Lyn, assim como muitas outras. Felizmente, as categorias exigem menos massa muscular, de forma a que as mulheres possam aparecer musculadas e não virilizadas.

Culturismo-pt: É por haver essa confusão que ainda há quem não seja receptivo a esta modalidade do Culturismo em que competes, que é o Women’s Physique?

Bela Soares: Sim e também por ser a mais exigente a nível físico e psicológico. Em Portugal, e não só, apesar das atletas serem muito femininas, ter muita massa no tronco e braços não é o gosto da maioria das mulheres.
Tenho muitas colegas de ginásio, e não só, que me dizem a brincar: “só queria ter as tuas pernas e glúteos; os braços, não”.

Culturismo-pt: Porque é que achas que as mulheres geralmente não gostam de braços musculados?

Bela Soares: Podem gostar um pouco mas, como os das atletas de Women’s Physique, acham demasiado. Podemos ter braços maiores que muitos homens e isso não é do agrado das pessoas. Algumas até gostam de ver mas, para elas, não querem assim. Uma mulher musculada pode sofrer de início muito preconceito. As pessoas fazem comentários depreciativos; as pessoas falam sempre do que sai da rotina, do que é diferente. Se eu pintar o cabelo de azul, de certeza que vou ouvir imensos comentários depreciativos. O mesmo aconteceu com ganhar massa muscular fora do normal. Nem todas as pessoas têm estofo psicológico para aguentar a pressão da sociedade.

Culturismo-pt: Isso faz com que o desporto que é o Culturismo acabe por igualmente sofrer de preconceito, perante a sociedade?

Bela Soares: Sim, muito. Já está a mudar. Muita gente começou a aderir ao culturismo; muitos adeptos; muitos apaixonados.

Culturismo-pt: Este desporto continua a crescer, cada vez mais, sem dúvida. As pessoas começam a aceitá-lo e a ver a beleza que pode transmitir?

Bela Soares: Sim, cada vez mais, há novos atletas a entrar neste mundo. Também, a abertura de novas categorias permitiu que cada um se integre onde mais gosta. Eu, quando fui competir pela primeira vez, só havia uma categoria de Body Fitness e de Bikini Fitness.

Culturismo-pt: Entraste logo para a Women’s Physique ou chegaste a competir noutra modalidade?

Bela Soares: Competi pela primeira vez em Body Fitness. Era a categoria onde eu melhor me enquadrava, porque em Bikini não dava para mim. Foi em Maio de 2013 e ganhei o Campeonato Nacional, em Body Fitness.

Culturismo-pt: Tendo uma experiência de ambas, qual gostas mais?

Bela Soares: Women’s Physique. Tenho muita dificuldade em aceitar perder massa muscular e, estando já fora do padrão de Body Fitness, recuso-me a perder massa. E depois de entrar em Women’s Physique lembro-me que disse ao meu preparador: “desta categoria já não saio!”.

Culturismo-pt: Do que mais gostas no teu corpo?

Bela Soares: (Risos) Boa pergunta… Gosto das minhas pernas e dos bíceps.

Culturismo-pt: Hoje em dia, nota-se que os atletas querem resultados muito depressa. Quanto tempo demoraste até conseguir as pernas e os bíceps que gostas?

Bela Soares: As pernas e os bíceps que tenho são o resultado de 20 anos de treino, e ainda tenho muito que melhorar.

Culturismo-pt: Decerto que tens pessoas que te acompanharam nesta jornada desde sempre. Os resultados que tens tido também se devem a eles?

Bela Soares: Muito, sinceramente. Os resultados que tenho tido devem-se a mim; ao meu preparador António Guerreiro, que me incentivou desde o primeiro dia que entrei na loja dele; e agora, ao meu treinador Ali Butcher, que também me dá muita garra para continuar. São as peças fundamentais na minha preparação, a todos os níveis: físico e psicológico.

Culturismo-pt: No Campeonato Europeu de 2016, em Masters, ficaste em 3º lugar e, em Seniores, em 6º lugar. Sentiste que o teu trabalho destes anos foi recompensado?

Bela Soares: Sim. Eu não esperava tanto; não tinha ambicionado tanto. Senti que fui recompensada por tudo o que passei. Quando desci do palco com a medalha de bronze, lembro-me de referir ao meu preparador que tinha sido recompensada por tudo que sofri.

Culturismo-pt: O que mais te fez sofrer?

Bela Soares: Eu estou 10 horas num armazém, a trabalhar, e 2 horas a treinar. Se dormir 8 horas, o que não acontece, tenho 4 horas para fazer a minha vida de casa: tenho um filho, família, preparar refeições, pesar comida, trabalhos escola do meu filho, preparar a comida dele… Isto, todo o ano porque faço uma dieta constante e, tal rotina, causa-me muito desgaste. Em on, ainda faço cardio às 6 da manhã juntamente com a dieta rigorosa e, este esforço todo, acaba por me desgastar imenso. Tenho de ir buscar forças não sei onde para aguentar até ao fim. E esta categoria exige muito mais esforço e rigor que todas as outras categorias femininas: temos de nos apresentar muito mais definidas e isso só se consegue com dieta muito mais apertada e mais cardio.

Culturismo-pt: O teu filho também te ajuda nessas fases?

Bela Soares: O meu filho é um menino ainda. Só diz que quer que a mãe ganhe, mas continua sempre a dar me imenso trabalho. (Risos)

Culturismo-pt: Certamente, quando for mais velhinho, dá-te uma ajuda! (Risos)

Bela Soares: Acho que vai ter esta paixão pelo culturismo, e ainda me vai continuar a dar trabalho, porque pede-me para o ajudar a ter músculos quando for mais crescido! (Risos)

Culturismo-pt: Pode ser que faça a comida para ele e para ti, já que está com a mão na massa! (Risos)

Bela Soares: (Risos) Espero que sim, mas duvido. Deve ser a mãe a fazer para os dois…

Culturismo-pt: Com tantas competições em que já participaste, já tiveste alguma decepção?

Bela Soares: Decepção, não. Já fiquei um pouco triste, por não ter conseguido apresentar-me melhor, mas tudo faz parte… Uns dias melhores, outros piores.

Culturismo-pt: Os resultados do passado ano levaram-te à “Elite PFBB”. Como é fazer parte desse grupo?

Bela Soares: Um orgulho imenso. Sinto uma responsabilidade acrescida, mas estou muito orgulhosa. Cheguei onde nunca esperei chegar. Quando o meu preparador disse-me que iria competir, muitas pessoas disseram-me que não tinha qualquer hipótese de ganhar nada. Mesmo assim, dei o máximo que podia, tendo em mente que não iria conseguir nada.

Culturismo-pt: E este ano, irás ao Campeonato Europeu novamente! É para ultrapassar a fasquia do 3º lugar?

Bela Soares: Vou ao europeu novamente, sim, e estou a trabalhar para conseguir ir melhor que o ano passado. Os resultados logo se verão. Não depende só de mim, mas eu vou tentar ir no meu melhor.

Culturismo-pt: Quando se acredita, consegue-se, certo?

Bela Soares: Sim, certo. O ano passado não acreditava e consegui. Mas não dou nada por certo. Tenho em mente o que desejo e trabalho para isso, depois logo se verá.

Culturismo-pt: Para finalizar, algo que é certo para ti: como é o interior da Bela Soares?

Bela Soares: A Bela Soares é uma pessoa muito humilde, muito sociável, brincalhona, divertida, que gosta imenso de pessoas divertidas, alegres, positivas. Dá-se bem com todas as pessoas, não se mete na vida de ninguém e detesta hipocrisia.

Culturismo-pt: Acho que isso transparece perfeitamente neste bocadinho de conversa que tivemos e, deixa-me desde já agradecer-te toda a disponibilidade que tiveste! Adorei conhecer-te um pouco mais e espero que consigas alcançar todos os teus objectivos. Muito obrigado, mesmo!

Bela Soares: Obrigada eu, por este bocadinho. Foi uma conversa bastante agradável!

 

Para seguir mais de perto o trabalho da Bela Soares, ficam:
Facebook: https://www.facebook.com/Bela-Soares-IFBB
Instagram: @bela_s.m.soares

 

 


Texto: Dud@
Fotografia: NunoBaptista.com